Mauricio Alemão padrinho do Projeto Brasileirinho está jogando na 6ª divisão alemã e sonha com grandes clubes!


Ex-Potiguar disputa 6ª divisão alemã e sonha com grandes clubes

articleteaser_9758

Muitos brasileiros se aventuram nas divisões de acesso da Europa na esperança de um dia chegarem às grandes equipes e disputarem a Uefa Champions League. Mesmo que isso não ocorra, eles podem melhorar a situação financeira da família e aproveitarem a qualidade de vida destes países.

Esse é o caso do zagueiro Maurício Silva Mesquita Júnior. Ele está desde junho deste ano no Rot-Weiss Neuenhagen, time da sexta divisão da Alemanha.

“É um sonho realizado, já tinha desistido e estava um tempo atrás trabalhando como ajudante de pedreiro com meu pai. De uma hora pra outra pode mudar na minha vida”, contou o jogador, ao ESPN.com.br.

Ao lado de outros cinco compatriotas, o carioca de 23 anos quer um dia disputar a Bundesliga. Antes disso, porém, ele joga com alemães que fora dos gramados também são bancários, pedreiros e até advogados.

“O futebol é uma segunda opção na vida dos alemães, mas para mim é a primeira. O clube nos colocou na escola de alemão. Eu estou aprendendo umas palavras, ainda não domino o idioma que é bem difícil”.

alemao-foto-emerson-pereira-1

Os treinos do Rot-Weiss Neuenhagen ocorrem no período noturno durante a semana. As partidas são disputadas somente aos finais de semana.

“É uma oportunidade muito boa e estamos invictos no campeonato. O time é muito bom e ganhamos todos os nove jogos. O campeonato é diferente do Brasil, mais fraco, mas tem muito toque de bola. Saem muitos gols nas nossas partidas e os placares são muito elásticos. Fizemos 11 gols no último jogo”.

O clube é organizado, com dois campos de treinamentos e um estádio para duas mil pessoas. Os brasileiros moram em casas cedidas pela equipe e recebem alimentação. Todos os compromissos assumidos, segundo Maurício, são cumpridos em dia.

“Eu tenho um ano de contrato. Moro no centro de Berlim, uma cidade muito bonita e boa de se viver. O custo não é tão caro. O presidente cuida da gente como filhos mesmo”.

“A cultura deste país é maravilhoso e as pessoas são educadas e carinhosas. Eles conversam com a gente e não tratam ninguém de forma inferior. Se puder fazer carreira aqui seria um sonho. A experiência é muito boa para ter um crescimento”.

Além disso, ele quer avançar às fases seguintes da Copa da Alemanha para encarar times de divisões superiores e chamar atenção. Maurício sabe que precisará de paciência, grandes atuações e muita sorte para subir degrau por degrau no país e quem sabe chegar ao seu grande sonho: defender o Bayern de Munique.

“Alemanha é o melhor país do mundo e o futebol aqui é grandioso. Eles brincam por causa do 7 a 1 , mas amam os brasileiros. São muito fãs do nosso futebol e falam muito de Ronaldo, Ronaldinho, Cafu e Romário”.

DA TERCEIRA DIVISÃO DO RJ PARA EUROPA

Mauricio começou nas quadras de futsal antes de ir para o futebol de campo no Nova Iguaçu-RJ. Ele passou depois por Artsul-RJ e também fez testes no Grêmio. Após não ter ficado na equipe gaúcha, permaneceu seis meses parado antes de jogar no Miguel Couto, clube da terceira divisão carioca, no qual se profissionalizou, em 2013.

“Fomos vice-campeões da Série C, fiz quatro gols e fui melhor zagueiro do torneio. No ano seguinte, fui ao Gonçalense e consegui ser campeão e fiz vários gols também”.

Depois de passar pelo Itaboraí-RJ na segundona estadual, ele disputou a Série D do Campeonato Brasileiro pelo Potiguar-RN.

“Estava de férias e fiquei 20 dias descansado e ia jogar pelo Sampaio Corrêa-RJ, mas depois de três dias surgiu a Alemanha. Um amigo meu que jogou comigo me indicou para cá e vim. Não podia perder essa chance”.

cartaz_alunos_padrinho

bom-dia-grande-patrick-veloso_atleta_mauricio_alemao_padrinho-das-criancas-do-projeto-brasileirinho

Matéria  do atleta padrinho no Projeto Brasileirinho!

alemao-zagueiro-1024x576

Este atleta que aqui mostro nesta entrevista está na Alemanha e esteve no campo do Chicão visitando nossos alunos, (Foi tema de matéria na redetvwebmais.com) AQUI COM VÍDEO E TUDO! (https://www.youtube.com/watch?v=4k8NlLo8_ag&t=48s) VEJA A MATÉRIA https://cesbrasileirinho.wordpress.com/2017/01/23/mauricio-alemao-padrinho-do-projeto-brasileirinho-esta-jogando-na-6a-divisao-alema-e-sonha-com-grandes-clubes/

Fonte: ESPN

Fonte: http://f9.net.br/ex-potiguar-disputa-6a-divisao-alema-e-sonha-com-grandes-clubes/

“Te amo, minha família” Garotada leiam com atenção!


Imagem
Um jovem foi se candidatar a um alto cargo em uma grande empresa . Passou na entrevista inicial e estava indo ao encontro do diretor para a entrevista final. O diretor viu seu “Currículo Vitae“, era excelente. E perguntou-lhe:
– Você recebeu alguma bolsa na escola? – o jovem respondeu – Não.
– Foi o seu pai que pagou pela sua educação?
– Sim – respondeu ele.
– Onde é que seu pai trabalha?
– Meu pai faz trabalhos de serralheria.
O diretor pediu ao jovem para mostrar suas mãos.
O jovem mostrou um par de mãos suaves e perfeitas.- Você já ajudou seu pai no seu trabalho?
– Nunca, meus pais sempre quiseram que eu estudasse e lesse mais livros. Além disso, ele pode fazer essas tarefas melhor do que eu.O Diretor lhe disse:
– Eu tenho um pedido: quando você for para casa hoje, vá e lave as mãos de seu pai. E venha me ver amanhã de manhã.

O jovem sentiu que a sua chance de conseguir o trabalho era alta!

Quando voltou para casa, ele pediu a seu pai para deixá-lo lavar suas mãos.
Seu pai se sentiu estranho, feliz, mas com uma mistura de sentimentos e mostrou as mãos para o filho. O rapaz lavou as mãos de seu pai lentamente. Foi a primeira vez que ele percebeu que as mãos de seu pai estavam enrugadas e tinham muitas cicatrizes. Algumas contusões eram tão dolorosas que sua pele se arrepiou quando ele a tocou.
Esta foi a primeira vez que o rapaz se deu conta do significado deste par de mãos trabalhando todos os dias para pagar seus estudos. As contusões nas mãos eram o preço que seu pai teve que pagar por sua educação, suas atividades escolares e seu futuro.
Depois de limpar as mãos de seu pai, o jovem ficou em silêncio organizando e limpando a oficina do pai. Naquela noite, pai e filho conversaram por um longo tempo.

Na manhã seguinte, o jovem foi encontra-se com o Diretor.
O diretor percebeu as lágrimas nos olhos do moço quando ele perguntou:
– Você pode me dizer o que você fez e aprendeu ontem em sua casa?
O rapaz respondeu:
– Lavei as mãos de meu pai e também terminei de limpar e organizar sua oficina. Agora eu sei o que é valorizar, reconhecer. Sem meus pais, eu não seria quem eu sou hoje… Por ajudar o meu pai agora eu percebo o quão difícil e duro é para conseguir fazer algo sozinho. Aprendi a apreciar a importância e o valor de ajudar a família.

O diretor disse:
– Isso é o que eu procuro no meu pessoal. Quero contratar uma pessoa que possa apreciar a ajuda dos outros, uma pessoa que conhece os sofrimentos dos outros para fazer as coisas, e que não coloca o dinheiro como seu único objetivo na vida. Você está contratado.

Uma criança que tenha sido protegida e habitualmente dado a ela o que quer, desenvolve uma mentalidade de “Tenho direito” e sempre se coloca em primeiro lugar. Ignora os esforços de seus pais.
Se somos esse tipo de pais protetores, estamos realmente demonstrando amor ou estamos destruindo nossos filhos?
Você pode dar ao seu filho uma casa grande, boa comida, educação de ponta, uma televisão de tela grande… Mas quando você está lavando o chão ou pintando uma parede, por favor, o faça experimentar isso também . Depois de comer, que lave os pratos com seus irmãos e irmãs. Não é porque você não tem dinheiro para contratar alguém que faça isso; é porque você quer amar do jeito certo. Não importa o quão rico você é, você quer entender. Um dia, você vai ter cabelos brancos como a mãe ou o pai deste jovem.

O mais importante é que a criança aprenda a apreciar o esforço e ter a experiência da dificuldade, aprendendo a capacidade de trabalhar com os outros para fazer as coisas.

(Tradução da postagem de Adri Gehlen Korb)

 — com Pedro Guilhem.

Feliz dia das Mães, de um beijo carinhoso na mamãe!


 

mae24gavw1 Lembrança do dias das Mães maio 2013 Diploma_Dia_das_Mães_2013